vinimoreira.com.br
e-mail: vmsmonge@gmail.com

Liga da justiça - Os novos 52


Senhoras e senhoras, este é um dia histórico para as histórias em quadrinho. Esqueçam tudo que sabem sobre seus heróis favoritos! Praticamente 70 anos de histórias foram simplesmente apagadas para serem recontadas de uma forma contemporânea, voltada e moldada para um novo público. Leitores hardcore de outrora olharão com ódio e desdem para essa nova empreitada, mas aqui está ela, o "Relançamento" de todo o universo de super-heróis (nem todos) da DC Comics, começando pela muito especulada/aguardada Justice League #1.

Vou ser bem direto nessa review tá gente. 


Para uma equipe tão emblemática como a Liga, esta primeira edição promete mais do que entrega, não espere ver a equipe completa logo de cara, eles estão mesmo contando uma nova origem e sendo uma história de origem, ela se passa 5 anos atrás, os heróis são temidos e a população os vê mais como estranhos do que heróis. 


Esta primeira edição poderia muito bem ser confundida como um gibi do Batman, quase todo ele é focado no encontro do Morcego com o Lanterna Verde, que aliás está cheio das piadas. Alguns momentos entre os dois chegam a ser até divertidos, Batman como sempre é o cérebro, o detetive, o Lanterna Hal Jordan é convencido e inconsequente, e aí podemos ter uma ideia de como será a dinâmica nas histórias da liga. Felizmente os construtos de energia do Lanterna estão mais criativos (muito melhor do que pista de corrida de Hot-Weels do infame filme). 

Se o intuito é atrair um novo público, a DC fez bem em dar mais espaço pro Batman e Lanterna nesta primeira edição, heróis que estão em alta com suas produções cinematográficas. Usar mídias alternativas parece uma estratégia para trazer esse novo púbico, já que essa primeira edição está com a cara de um GAME!

A história não entrega muito, deixa mais o leitor na expectativa e isso é uma droga!


Pra resumir:

Batman está a perseguir uma especie de Bio-Robô-transmorfo pelos telhados de Gotham, mas também está sendo perseguido por helicópteros da própria policia, com oficiais armados até os dentes.
Nesse fuzuê o Lanterna aparece falando que uma  presença alienígena não autorizada estava lá, os dois se unem pra caçar o monstrengo que acaba se explodindo, mas deixa um misterioso dispositivo para trás, Batman e Lanterna especulam se Superman "o alien de Metrópolis" não teria algum envolvimento.
Lanterna sugere ir até Metrópolis falar com ele mas Batman parece estar um pouco preocupado com o nível de poder do Super. 
Rastreando o Super com o anel, Hal os leva para Metrópolis, onde uma batalha parece ter ocorrido. Então Superman aparece nocauteando Lanterna e na última página vira para o Batman e fala "Então, do que é capaz?". Fim.

Novo Superman (descuecado e com golinha! WTF!)

Quanta safadeza não? Não vou negar que foi uma edição divertida, bem desenhada e cheia de ação, mas depois de todo o marketing em cima desse relançamento, esperava mais.

Nesse ritmo, deve levar umas 6 edições até contarem a origem da Liga. Torço para que a história se encaminhe para algo bom pois penso que esse novo status do universo DC já é algo ousado o bastante, afinal tenho certeza que muitos leitores hardcore boicotarão essas novas revistas, não os culpo, decidir apagar 70 anos de histórias em quadrinhos só pra recontarem no intuito de  atingir um novo público e vender mais é algo que ofende qualquer apreciador de quadrinhos. 


O final de Justice League #1 deixa muito um gosto de quero mais, mas no fundo você sabe o que vai acontecer, uma ameaça alienígena forçará os heróis a se unir e quando vencerem, tá dá, a Liga está formada. 

Considero que o lado bom desse Novo Universo DC é justamente colocar a casa em ordem de uma vez por todas, vai ser bom ver a liga de volta com seus ícones, (porque o último arco de histórias estava lamentável); é bom ter um único Batman de volta e não uma corporação deles; Bárbara Gordon de volta como Batgirl (olha, eu gosto muito da Oráculo e vou sentir falta, mas poxa, num universo cheio de Magia e alta tecnologia, acho que até demorou pra ela largar a cadeira de rodas, seja realista você faria o mesmo!).

Quanto a mim? Continuarei lendo, pois a minha curiosidade é como o Universo, não sei se tem fim, mas continuo a alimentá-la.

4 comments:

  1. SuperMan descuecado é realmente um choque. =o
    Inclusive, o novo filme que estão fazendo o SM tá nesse estiloaê.
    Agora é ver o que os fãs hardcore vão achar... '-'

    ReplyDelete
  2. Gostaria que todos que são ou não leitores de quadrinhos lessem e dessem suas opiniões:

    http://issuu.com/newyakult/docs/lj012011

    ReplyDelete
  3. Eu ja li e achei FODA!!


    Seremos processados por divulgar esse link XD

    ReplyDelete
  4. Ficou foda. XD

    ReplyDelete